A maioria dos aquaristas já teve um aquário comunitário e realmente é quase impossível resistir a este layout. Mais difícil ainda é iniciar no aquarismo sem se empolgar e encher os aquários com os peixes das mais variadas espécies possíveis. Muitas vezes esse entusiasmo resulta em graves problemas relacionados com disseminação de doenças e mortalidades.

Mas a maioria também concorda que os aquários comunitários são fantásticos e é claro que se deve montá-los com algumas ponderações: o bem estar dos peixes deve vir em primeiro lugar.

Os peixes campeões na escolha da maioria para habitar esses aquários são os tropicais, porém não existe um critério quanto à sua origem geográfica. Costuma-se povoar esses aquários com peixes amazônicos, juntamente com asiáticos, africanos e até alguns australianos. O principal critério que é considerado para montar essas comunidades ecológicas é o temperamento dos peixes escolhidos que devem ser, sobretudo, pacíficos para não estressarem os outros habitantes do aquário.

Outros parâmetros também devem ser considerados para se determinar a fauna de cada aquário comunitário, principalmente os parâmetros de água ideais para as diferentes espécies, que devem ser similares. O interessante nesse tipo de aquário é que o estilo de vida dos peixes que irão habitá-lo não é levado em grande consideração. Vemos peixes de diferentes níveis da coluna de água, e até mesmo de hábitos alimentares totalmente distintos, convivendo.

Mas aí surge um problema: como alimentar e manter saudáveis peixes com diferentes hábitos alimentares? Simples. É preciso isolar alguns fatores para descobrir o que todos esses peixes conseguem metabolizar satisfatoriamente e converter em bons resultados zootécnicos e sanitários.

Assim, a Poytara considerou a exigência das espécies de peixes tropicais mais populares e exóticas comercializadas como ornamentais, identificou, por meio da literatura, sua dieta na natureza e os ingredientes mais assimiláveis pelas diferentes espécies, e desenvolveu sua linha contendo artrópodes, ingredientes purificados e ingredientes incontestáveis quanto aos seus resultados em alimentos para animais, tais quais os derivados da soja e de animais marinhos.

O fruto deste trabalho resultou na Poytara Tropicais, que agora foi incrementada com tenébrio. Ao longo desses sete anos, este alimento foi testado e validado por diversos criadores e exportadores das mais diversas espécies, desde corydoras a bandeiras, néons e outros tetras, além de poecilideos e peixes arco-iris, de todo o território nacional.

O segundo alimento integrante desta linha é Poytara Flocos Dia a Dia, que está em linha comercial há 3 anos e também apresenta níveis de garantia incríveis, com formulação embasada nos mesmos conceitos do alimento Poytara Tropicais. Este produto merece destaque por sua grande palatabilidade. Para evitar a lixiviação de nutrientes, ocorrência muito comum em alimentos em flocos, a Poytara desenvolveu novas tecnologias para aumentar sua estabilidade na água, e elevou os níveis de proteína juntamente com uma suplementação maior de vitaminas e minerais.

É lindo ver os sensíveis neons se alimentando de Poytara Flocos Dia a Dia. Formam uma nuvem, um grande cardume em torno do alimento. Nesta hora eles parecem ter um apetite sem fim!

Poytara Spirulina, terceiro membro desta categoria, também foi reformulado. Ideal para peixes onívoros, pode ser utilizado de forma complementar para todos os habitantes dos aquários comunitários. Apresenta-se em pequenas partículas disformes e contém a mesma formulação basal do alimento Poytara Tropicais. Seus diferenciais são o nível de inserção de spirulina que é muito mais alto do que em qualquer outro produto da Poytara, e o fato de não conter, em sua composição, nenhuma fonte proteica de origem animal.

Mas como toda família tem que crescer, a linha agora também conta com mais 2 produtos que se complementam e que se destinam à maximização do bem estar dos peixes habitantes de aquários comunitários tropicais.

Os novos integrantes desta linha atuam em várias vias para maximizar o bem estar dos peixes tropicais. O aumento da digestibilidade, palatabilidade e qualidade dos ingredientes é obtido graças ao alimento Supra (lançamento em breve), que também possui um teor de umidade e proteína mais elevado do que o alimento Poytara Tropicais e com isso melhora o desempenho zootécnico, além de ter um adicional de mais ingredientes e estimular ainda mais acréscimo nos índices reprodutivos, de crescimento e de inibidor de estresse oxidativo por meio da suplementação deste alimento com carotenóides.

A resistência ao estresse ambiental, além da atuação contra parasitas metazoários, bactérias e protozoários é obtida com o alimento Poytara Tropicais Bem Estar, que conta com ingredientes que aumentam a motilidade gastrointestinal dos peixes. É formulado com inúmeros ingredientes funcionais que contêm propriedades imunoestimulantes.

Agora só falta você conhecer cada um dos alimentos desta categoria e aproveitar as inúmeras melhorias que eles provocam nos habitantes dos aquários comunitários, ou temáticos, cuja população é composta por peixes tropicais.