Esta Categoria de produtos da Poytara é emblemática e se destina a peixes tão emblemáticos quanto. A começar pelo seu nome mais conhecido: Guppy, que quando pesquisado em mídias sociais e afins pode encontrar dois grupos bem distintos de aficionados ou admiradores.

O primeiro grupo é composto pelos aficionados por artigos militares e histórias de guerra e afins que buscam informações sobre submarinos de guerra. Isso porque a sigla GUPPY identifica alguns submarinos norte americanos que lutaram durante a Segunda Guerra Mundial e após seu termino foram modernizados e possuem como o significado de sua sigla “Greater Underwater Propulsion Power Program”.

Diferentemente do que ocorreu com os submarinos americanos, a origem do nome Guppy dado aos nossos lebistes não vem de nenhum acronismo, e sim de uma confusão entre taxonomistas e sistematas. Mas temos que relevar, naquela época ainda engatinhávamos em zoologia e a comunicação também era mais restrita, não tínhamos a internet...

Resumidamente, o que aconteceu foi que essa espécie recebeu pelo menos 4 diferentes nomes científicos. O primeiro nome, Poecilia reticulada descrito por Wilhelm C. H. Peters, do Museu de Berlin em 1859. Mas o epipeto específico do nome proposto mais tarde por Albert C. Guenther, Gyrardinus Guppyi, numa homenagem ao remetente dos espécimes, foi o que recebeu a fama juntamente com a espécie.

Depois disso, algumas outras confusões surgiram, mas já dá para saber de onde vem o tal Guppy.

Sua popularização pelo mundo começou a partir de 1908, importado por comerciantes alemães, com a finalidade de suprir a crescente demanda por peixes tropicais exóticos. E na década de 60, devido ao grande número de shows e exposições, ocorreu a guppimania, que atingiu seu auge em meados da década de 70.

O grande impulsionador desse auge foi a edição de abril de 1974 da Tropical Fish Hobbyist, que contou com vários anúncios de empresas oferecendo casais ou trios descendentes de linhagens campeãs, sem contar os materiais correlatos, como: ração específica para Guppies, criadeiras, entre outros.

Hoje, o mercado de Guppys continua crescendo no mundo todo, diversas linhagens continuam sendo desenvolvidas, vários novos entusiastas têm se juntado ao hobby e muitos avanços foram desenvolvidos em relação à genética e alevinagem dessa espécie maravilhosa. Na área de nutrição muitas pesquisas também foram realizadas, sobretudo na década de 80 e no fim da década passada.

Assim, com o objetivo de compilar todo esse conhecimento gerado em nutrição, e oferecer ao mercado um alimento diferenciado que atenda à exigência dos juvenis de guppy em desenvolvimento e das matrizes que realizam um elevado gasto energético para poderem manter suas taxas de reprodução, a Poytara lança seu alimento especifico para atender às exigências nutricionais dos lebistes em todas as suas fases de desenvolvimento.

Como é praxe apresentar os fundamentos da formulação dos nossos alimentos, vamos então levá-los a conhecer mais a Poytara Guppy. Essa formulação foi desenvolvida para promover maiores taxas de crescimento e de reprodução, e adotamos, como critério proponderante no norteamento das decisões da elaboração mais adequada, os níveis de vitaminas e minerais suficientes para evitar a manifestação de problemas genéticos que são muito comuns nesses peixes, devido à baixa heterogenecidade.

Como exemplo, podemos citar a relação Ca:P que adotamos, em proporção bem menor do que a que se adota frequentemente, mas com excelente nível de fósforo na dieta (1,23%). O nível de inserção de vitaminas como a A, C, E e B2 também merece atenção, juntamente com os níveis de inserção de magnésio, ferro e zinco. Vale frisar que essa proporção de vitaminas e minerais é especifica para atender à exigência do Guppy, mas também serve a outros poecilideos e outros peixes, mesmo que de outras famílias, com hábitos semelhantes.

Pela análise do nível de garantia dos micronutrientes, percebe-se que nosso alimento é diferente de tudo. Mas como os Guppys são, muitas vezes, sensíveis à infestações por protozoários e metazoários, suplementamos este alimento com antissépticos e antibacterianos como o alho, a semente de abóbora, que combate nematóides e pode ser útil contra Procamalanus cotti, além de outros ingredientes e aditivos imunoestimulantes como a spirulina, carotenóides, probióticos, prebióticos e enzimas digestivas.

É com muita satisfação que apresentamos nosso alimento exclusivo para guppies e esperamos que desfrutem de todo o potencial que seus lebistes agora vão poder mostrar com nossa Poytara Guppy. Parabéns!